Francoforte, Tolosa, Aquisgrano, Angorá, Baçorá

Tal como Oporto está a começar a cair em desuso no inglês, também nós temos exónimos que já não usamos. Por exemplo Francoforte, Tolosa, Aquisgrano, Angorá. Se o primeiro ainda é reconhecido como o nome português de Frankfurt, já poucos saberão que Tolosa é Toulouse, em França, Aquisgrano é Aachen, na Alemanha e, por fim, Angorá é Ancara, capital da Turquia. A visão que uma língua — neste caso o português — tem sobre o mundo vai mudando. Por vezes, as cidades estrangeiras merecem um nome português; mais tarde, por motivos nem sempre claros, o nome original serve perfeitamente. Ninguém … Continuar a ler Francoforte, Tolosa, Aquisgrano, Angorá, Baçorá

Oporto

Porque se diz “Oporto” em inglês? Pela mesma razão que dizemos “Algarve” e não “Garve”, Alcácer e não “Cácer”, e por aí fora. Por vezes, ao criar exónimos (nomes de terras em línguas estrangeiras), as línguas assumem o artigo da língua original como parte do nome dessa terra. Foi o que aconteceu com o espanhol e o inglês, no caso do Porto. Como, normalmente, os exónimos só existem em caso de cidades com alguma importância, na perspectiva da língua em que ocorrem, só temos de nos orgulhar com “Oporto” — e não reclamar, como por vezes acontece, como se os … Continuar a ler Oporto